Cap. 01 O que faz de uma cidade uma cidade ?

terça-feira, 14 de junho de 2016


SOUZA, Marcelo Lopes. ABC do Desenvolvimento Urbano. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil; 190 páginas, 2003.    


No livro ABC do Desenvolvimento Urbano, o autor Marcelo Souza explora diversos assuntos referentes à cidade e no capitulo 1 ele já começa relatando a dificuldade na definição do termo cidade. O problema na definição é que um único termo pra definir cidade acaba tornando ou genérico demais o que é cidade, ou tão específico a ponto de algumas cidades não se acharem nele.
      Para Max Weber a cidade nada mais é que um local de mercado, ou seja um lugar com um cambio regular de mercadorias e de acordo com minha concepção esse termo faz muito sentido já que em assentamentos ou aldeias esse local de mercado não acontece porque a população já produz pra si mesmo. Mas apesar de cidade ser um local de mercado, nem todo local de mercado é uma cidade já que nesses assentamentos não-urbanos pode ocorrer vez ou outra cambio de mercadorias. Mas e se um assentamento rural possui pequenos locais de venda de alimentos de forma regular como alguém que monta seu mercadinho não parece suficiente para tornar aquela comunidade uma cidade. Seria então necessário que esse mercado seja incluído de mercadorias diversas e serviços ?
      Para abranger além bens e serviços no significado de cidade veio Christaller introduzindo o conceito de localidade central que fala que a cidade além de ter que produzir bens e serviços ela é uma localidade central que atrai compradores das redondezas e que dependendo do seu nível de sofisticação, consegue ser visível tanto nacionalmente quanto internacionalmente. Com essa nova concepção conseguimos retirar do termo de cidade certos povoados que possuem produção de bens e serviços de pequena escala mas que se encontram nas redondezas e de forma espaçadas.
      Enquanto o campo é dependente das terras para produzir seus bens principais, a cidade possui uma característica não-agrícola mais manufatureira e industrial.
      Conforme as cidades vão crescendo e se desenvolvendo as conexões com as cidades vizinhas passam a ser mais intensas, tanto em relação ao espaço físico através das fronteiras espaciais quanto economico. Quando ocorre esse fenomeno é possivel observar um fluxo de transporte, pessoas e mercadorias de tal forma que fica dificil dizer onde começa e onde termina certo município.

      

0 comentários:

Postar um comentário

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB